Tradicional feijoada da Academia da Cachaça chega ao Bondinho Pão de Açúcar

Crédito Berg Silva. Divulgação assessoria

Turistas e cariocas têm uma nova opção de gastronomia com vista privilegiada na Cidade Maravilhosa.
O Bondinho Pão de Açúcar ganha uma nova atração para tornar a experiência  de passeio por lá ainda mais completa e incrível. Já é possível conhecer esse especial ponto turístico da cidade e apreciar a tradicional feijoada da Academia da Cachaça na Embaixada Carioca, restaurante no Morro da Urca com vista privilegiada para o Pão de Açúcar. A novidade é fruto de parceria entre os dois estabelecimentos gastronômicos. 

O prato é produzido pela Academia e finalizado na Embaixada, chegando à mesa com carnes nobres (carne de charque, costelinha, lombo, paio e linguiça fina), e acompanhada de arroz, couve, farofa, laranja e uma dose de cachaça com mel. O novo prato do cardápio serve até duas pessoas e estará disponível aos sábados e domingos, das 11h30 às 17h, pelo mesmo valor em que é oferecido nos restaurantes da Academia da Cachaça: R$139,50. 

Chef Janaína Rueda é escolhida ícone da América Latina na premiação 50 Best

A chef de cozinha e sócia do Bar da Dona Onça e d’A Casa do Porco (SP) – único restaurante brasileiro na lista dos 50 melhores do mundo -, Janaína Rueda é a vencedora do American Express Icon Award 2020 (prêmio Ícone 2020). A premiação concedida pelo Latin America’s 50 Best Restaurants celebra agentes da gastronomia que contribuem de forma notável para o setor. Esse anúncio é parte da contagem regressiva virtual para a divulgação da lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina, marcada para 3 de dezembro. 

Segundo o Latin America’s 50 Best Restaurants, o prêmio reflete o compromisso de Janaína Rueda com a comunidade que a cerca, considerando desde a sua participação no projeto de melhoria na qualidade da merenda escolar em São Paulo, passando por seus esforços contínuos para promover inclusão por meio da gastronomia, até o seu envolvimento na campanha por socorro à indústria da hospitalidade durante a pandemia de Coronavírus.

 “É muito gratificante e emocionante ser reconhecida por um prêmio como este. Minha esperança é que este espaço ajude a aumentar a conscientização sobre assuntos mais importantes, como o debate sobre diversidade e a busca por uma gastronomia cada vez mais inclusiva e democrática. É nosso papel, como agentes da alimentação, apoiar os mais vulneráveis, especialmente neste momento de pandemia. O tempo para a mudança é agora!”, afirma a chef.

“Nestes tempos difíceis para a indústria da hospitalidade, Janaína Rueda se dedicou a esforços vitais de recuperação. Ela acredita verdadeiramente no direito de todos a terem acesso a uma alimentação boa e saudável e defende a gastronomia como uma alavanca para a mudança social. Seu desejo de inspirar mudanças positivas a torna a recebedora perfeita deste prêmio em 2020”, afirma o diretor de conteúdo do Latin America’s 50 Best Restaurants, William Drew.

O Latin America’s American Express Icon Award é concedido à personalidade mais votada na categoria Ícone por mais de 250 experts da indústria de restaurantes de toda a América Latina, com um equilíbrio de gênero 50/50, que compõem a Latin America’s 50 Best Restaurants Academy.

Alto da Brasa é novo conceituado restaurante em Campos do Jordão

Em fevereiro desse ano, junto à abertura do Parque da Cerveja, foi inaugurado o restaurante Alto da Brasa Brew Kitchen na turística Campos do Jordão. Com uma proposta gastronômica de unir carnes de qualidade na brasa a tradicional cerveja que leva o nome da cidade ( ambos estão no Parque da Cerveja), o espaço se diferencia também pelo charme de seus ambientes.  

O Alto da Brasa tem ampla área externa, com música lounge, e confortáveis sofás para degustar uma régua de cervejas Campos do Jordão com todas as suas variações, ou ainda almoçar ou petiscar a tarde.   

Nos ambientes internos mesas para grupos, espaços descontraídos em estilo bar, e mesas em áreas bem elegantes do restaurante.  O Alto da Brasa também realiza eventos. 

Além de um menu bem elaborado, e das cervejas fabricadas ali ao lado, a casa oferece uma carta de drinks e vinhos, além de sobremesas.  A responsável pelo cardápio é a chef Michele Peretti que explica como foi criado o conceito do novo restaurante: “o conceito do menu do Alto da Brasa foi criado assim que fechamos o negócio, um ano antes da abertura do Parque da Cerveja.  O cardápio foi criado um pouco antes da abertura, a tempo da compra do enxoval de louças.”

“A gastronomia do restaurante foi criada a definida junto com o nome alto  da Brasa (carnes na brasa e fogo e o principal elemento). O carro chefe nas entradas é a coxinha de costela feita com massa de mandioca e um ragu de costela que acompanha maionese defumada é uma geleia de cerveja caseira.  De prato principal destaco o Prime rib – um corte bovino da costela, uma carne muito suculenta, macia e bem servida. A sobremesa queridinha aqui é a cocada cremosa servida com sorvete”, conta a chef Michele.  

Cocada cremosa criada pela chef Michele Peretti

Se for a Campos do Jordão a visita ao Parque a Cerveja e uma experiência gastronômica no Alto da Brasa é uma mais do que uma boa pedida, é parada obrigatória.  

Parque da Cerveja e restaurante Alto da Brasa – Estrada Mun. Paulo Costa Lenz César, 2150 – Gavião Gonzaga, Campos do Jordão SP.  Instagram: @altodabrasa 

Kitchen, recém inaugurado, oferece menu especial durante a ArtRio

ArtRio e o Kitchen, restaurante recém inaugurado na Marina da Glória, no Rio de Janeiro, se uniram para fazer um menu especial para o evento.  As criações são dos chefs Nao Hara e Pierre Landry, que colocaram toda as suas inspirações em forma de pratos, junto com a curadoria de Brenda Valansi, sócia da ArtRio.

O menu, que custa R$ 140,00 por pessoa, será servido até 18 de outubro, e inclui entrada, prato principal e sobremesa.

Para os amantes da culinária japonesa, o chef Nao Hara apresenta tartare de salmão servido com avocado, wasabi, massago black e gema perfeita, belíssima e leve sugestão. Em seguida, um combinado de 15 peças, selecionados especialmente pelo o chef.  E para sobremesa, o cliente pode degustar da torta ArtiRio, mini torta à base de agar-agar com frutas e flores comestíveis, crumble de cacau, terra de cacau e sobert de frutas vermelhas.

Já o Chef Pierre Landry elaborou como entrada,  crispy ribs, croquetes de costela bovina com barbecue à moda tailandesa. Para continuar a refeição, o comensal pode escolher entre Pad Thai Camarões, massa de arroz tailandês servido com camarões, ovos mexidos, vegetais e amendoim ou Frango Narang, sobrecoxa de frango marinada com suco de laranja e gengibre. E para finalizar: Monti Tropical, feito com abacaxi, manga e crispy de gengibre caramelizado.

Informações e reservas: Kitchen 

Marina da Glória – Av. Infante Dom Henrique, S/N – Glória   Rio de Janeiro. Telefone: (21) 4042-6161

Para saber mais sobre o festival ArtRio, acesse: www.artrio.com 

Harmonização de saquê com pratos de culinárias diversas

Rãmen. Foto divulgação a

Harmonizar aperitivos e pratos principais com vinhos, espumantes e cervejas é uma prática frequente para os amantes da bebida.  Mas quando a bebida em destaque é o saquê, há muitas dúvidas sobre a harmonização. 

Para esclarecer esse tema e dar dicas especiais com a bebida, a Sake Sommelière Yasmin Yonashiro, uma das poucas especialistas em saquê no Brasil, listou, em parceria com a Quickly Travel, agência de viagens especializada no destino Japão, algumas dicas de harmonizações.  Selecionamos quatro dicas da profissional para você experimentar em casa ou nos seus restaurantes preferidos.  

  • Massa italiana

Harmonização: Hakutsuru Junmai Dry

O Ravioli di Formaggio com creme de leite fresco, parmesão e manteiga, do Chef Márcio Shihomatsu, da Pasta Shihoma, é a escolha da sommelière para harmonizar com o Hakutsuru Junmai Dry, um saquê seco e encorpado.

  • Rãmen

Harmonização: Yauemon Kanzukuri Honjozo

A indicação de Yasmin é o Shio Ramen, do consagrado Jojo Ramen. Um ramen básico, com caldo à base de frango e tempero de sal. Eles usam a flor de sal de Mossoró. Para este prato, que combina caldo profundo, macarrão al dente e topping composto por lâminas de carne de porco cozida lentamente, broto de bambu e folha de alga nori, recomenda-se o Yauemon Kanzukuri Honjozo, um saquê da província de Fukushima, extra seco e ideal para combinar com macarrão com caldo.

  • Porco

Harmonização: Hakutsuru Josen Dry

Fernando Kuroda, ex-lutador de sumô profissional no Japão, depois que retornou ao Brasil, iniciou sua trajetória como cozinheiro de botecos japoneses. Atualmente administra duas casas, o Kimboshi Karaoke e o Kuroda, um izakaya que leva o seu nome. É do Kimboshi que Yasmin escolheu o prato para harmonizar com o saquê. O Omu soba receita do clássico yakisoba (macarrão frito) em omelete macio por cima. Para esta especialidade, a harmonização proposta é o Hakutsuru Josen Dry, um saquê seco e refrescante.

  • Sobremesa

Harmonização: GAZ sake Morango com Lichia

O chef pâtisseur Cesar Yukio faz um anmitsu – sobremesa refrescante feita com gelatina de algas agar-agar, frutas como morango, mirtilo, bolinhas de arroz glutinoso e xarope de açúcar mascavo- que pode harmonizar muito bem com GAZ sake Morango com Lichia, uma bebida gaseificada de saquê com as frutas naturais.

Festival de gastronomia e harmonização com cervejas em Campos do Jordão

Campos do Jordão (SP) é uma cidade de muitos atrativos turísticos e naturais, conhecida por ter um clima muito agradável, um inverno rigoroso, tradição em boa gastronomia e também ter microcervejarias de muita qualidade.

Acontece na cidade nesse mês de outubro o festival Cervejas e Sabores, que reúne gastronomia e harmonização com as melhores cervejas produzidas na região.  

O participante adquire um voucher e degusta duas entradas, um prato principal e uma sobremesa.  

São destaques no menu: panceta, mix de linguiças artesanais da região, dentre outras delícias. Para acompanhar: cerveja liberada.  Participam desse evento especial a Cervejaria Campos do Jordão, Caras de Malte e Cervejaria Vemagueti.  Siga os perfis das cervejarias no Instagram para saber mais e reservar o seu ingresso.

Confira as opções de pratos criados pelos chefs de cozinha para o Festival Cervejas e Sabores e suas sugestões de harmonizações com cervejas:

. Alto da Brasa – chef Michelle Peretti (Campos do Jordão)

Prato: Pão de malte recheado com queijo camembert gratinado com mel e castanhas, harmonizado com Cerveja de Pinhão Caiová Campos do Jordão. Esta cerveja é feita com ingrediente único, o pinhão da árvore nativa Araucária ícone da região.

. Caras de Malte – chef Wellington (Campos do Jordão)

Prato: Joelho de Porco harmonizado com cerveja American IPA Caras de Malte –

A cerveja recebe o processo de dry hopping e tem aromas cítricos (maracujá e manga) que vem do lúpulo americano citra. Amargor bem evidente.

. Dona Chica- chef Anderson Oliveira – dentro do Horto Florestal-Campos do Jordão.

Prato: Truta com pesto de ora-pro-nobis e pinhão tostado com aligot de inhame com Gard American Wheat  Beer. Essa cerveja de trigo leve e suave, com notas de lúpulos frutados americanos, apresenta coloração amarela e é levemente turva. Com alta drincabilidade, ela é a versão americana da cerveja de trigo.

. Donna Pinha – da festejada chef Anouk Migotto – Santo Antonio do Pinhal

Prato: alcachofra recheada com nhoque de batata roxa em azeite aromático com sálvia harmonizado com cerveja Bauzera com aroma de hibisco.

. Bar Vemaguet67 – Sugestão de menu degustação:

– Mix de salsicha alemã com cebola caramelizada na cerveja Bock- com cerveja Weiss.

– Panceta de rolo com geléia de pimenta – com cerveja Pilsen.

– Lascas de joelho de porco – com cerveja Red Ale

– Picanha Vemaguet com molho de alcaparras, farofa de malte torrado e vinagrete – com cerveja IPA.

– Bolo Vemaguet com calda de cerveja Bock –com cerveja Bock.

Ainda vale experimentar a gastronomia internacional do Restaurante Bella Vista do Chris Park Hotel, as fondues do Le Foyer – Chateau La Villette, a comida texana do La Florida Art BBQ, os deliciosos panines do Estação Toriba do  Hotel Toriba, o rico buffet Restaurante Tainakan que fica dentro do espaço recreativo Tarundu, a cozinha rústica do Rancho Santo Antonio e as criações da culinária portuguesa do chef Nelsinho no Vila Chã.

Rio Coffee Nation – evento especial para os amantes do café

Divulgação Rio Coffee Nation

A cidade do Rio de Janeiro sediará, entre os dias 24 e 25 de outubro, a primeira edição do Rio Coffee Nation, evento dedicado exclusivamente ao segmento de cafés especiais e orgânicos. 

O evento foi reestruturado para garantir a segurança do público, expositores e palestrantes. Na plataforma digital estarão reunidos estandes virtuais, palestras, workshops, apresentações, sala de negócios, exposição, e-vouchers, brindes para os visitantes e muito mais. Serão realizadas algumas atividades presencias, que terão transmissão nas plataformas digitais.

A programação do Rio Coffee Nation vai mostrar a evolução do mercado de cafés especiais para consumidores, produtores, profissionais e empresas do setor. O público poderá ainda conferir uma exposição virtual sobre as regiões do cultivo dos grãos especiais no Brasil, bem como, os “terroirs” e métodos de produção. 

Serão cerca de 30 estandes virtuais de cafeicultores e outros produtos ligados ao segmento.

Os ingressos para a primeira edição do Rio Coffe Nation custam a partir de R$25 e podem ser adquiridos pelo site www.riocoffeenation.com 

Espumante da Casa Valduga é eleito o melhor do mundo

Brut 130 Casa Valduga

Espumantes de qualidade não se encontram apenas na Europa.  É inegável a qualidade e tradição do champanhe ( produzido na região de mesmo nome na França), de vários rótulos de prosecco ( produzidos na Itália) e cavas ( na Espanha).  Mas o Brasil se destacou esse ano, chegando ao ponto mais alto do pódio com uma produção excepcional de espumante. 

Para entender essa vitória é importante conhecer a história.  Em 2005, decidida a elaborar o espumante ícone do Brasil a Casa Valduga – reconhecida vinícola situado no Vale dos Vinhedos ( RS), homenageou os 130 anos da chegada da família Valduga ao Brasil, e elaborou o Brut 130. 

Esse lançamento é um marco na história da Valduga e também na história de elaboração de espumantes no Brasil.  No concurso 26º Vinalies Internationales (realizado em fevereiro e março deste ano, em Paris, na França) foram avaliados mais de 3.500 vinhos e espumantes do mundo e nessa competição o Brut 130 foi o mais premiado.  

O espumante 130 Blanc de Blanc recebeu a maior premiação da categoria e a Casa Valduga tem o Troféu Vinalies do melhor espumante do mundo.

Elaborado exclusivamente com uvas Chardonnay de safras especiais, através do método champenoise, o Brut 130 permanece em autólise de leveduras por 36 meses. Esse espumante possui uma coloração amarelo palha e um fino perlage. O bouquet revela grande intensidade e elegância, com perfeita harmonia entre as notas frutadas e as finas nuances amanteigadas e de brioche. A delicadeza da Chardonnay se transforma em um espumante único, com excelente cremosidade e frescor.  O ideal é que seja servido em temperatura em torno de 8°C e harmoniza muito bem com risotos, além de pratos da culinária mediterrânea.  

A história de sucesso dos espumantes da vinícola não fica só nesse produto premiado.  A Casa Valduga lançou novas versões do Brut 130 que são também reconhecidas no mercado: o Blanc de Noir, Brut Rosé e Brut Magnum. 

É possível visitar e conhecer pessoalmente mais sobre a trajetória de sucesso da Casa Valduga e degustar seus vinhos, visitando o espaço da Casa Valduga no Vale dos Vinhedos.  

Acesse para saber mais sobre o Brut 130: http://www.casavalduga.com.br/produtos/130/

Sobre visitas à Casa Valduga:  http://www.casavalduga.com.br/enoturismo/o-complexo/

Para a enoboutique Valduga :  http://www.casavalduga.com.br/enoturismo/enoboutique/

Freixenet amplia produtos de seu portfólio

A Freixenet, produtora de Cavas há mais de 100 anos, amplia a sua gama de produtos, com a entrada de novas marcas de espumantes ao portfólio e também de vinhos espanhóis – inéditos no País – que chegam aos supermercados, empórios especializados e ao e-commerce da marca. 

Neste ano, a marca dobra de 30 para 60 produtos comercializados no Brasil

As novidades incluem vinhos espanhóis como: Solar Viejo (D.O. Rioja), Valdubón (D.O. Ribera del Duero e D.O. Rueda), Orube (D.O. Rioja) e Vionta (D.O. Rias Baixas) e a linha Mía Freixenet (nas versões tinto, branco e rosé). Espumantes das marcas Henkell e Mionetto – que formam parte do grupo e já existem no país – e vinhos IHeart, linha diversificada produzida em vários locais do mundo, a partir de agora, serão importados e distribuídos pela Henkell Freixenet no Brasil.

Sushi de ouro é novidade em menu

Divulgação Iroha Sushi /assessoria

O Iroha Sushi, de São Paulo, desenvolveu um produto que tem atraído os amantes do sushi.  O sushi de ouro é uma iguaria feita com ouro comestível 24k.

“A ideia do Sushi de Ouro, foi dar um toque luxuoso em um prato tipicamente oriental, o Hosomaki”, enfatiza Márcio, empresário e proprietário do Iroha Sushi. 

A ideia do empreendedor é que o Sushi de Ouro entre de forma fixa no cardápio da casa.

Para saber mais conheça o perfil do restaurante no Instagram: @irohasushi.