Hotel Fazenda Florença – história e café premiado

Hotel fazenda é um tipo de hospedagem que reúne atividades rurais, passeios ecológicos e história.  O Hotel Fazenda Florença oferece tudo isso e mais – além de um casarão histórico, áreas de lazer adulto e infantil, amplo e diferenciado restaurante e um tour por cafezal próprio onde produzem café premiado. 

A Fazenda Florença, que fica em Valença (RJ), a cerca de três horas de viagem apenas da capital, foi criada em 1852.  Depois de tantas histórias que reúne personagens ilustres da história brasileira, há 21 anos ela pertence ao atual proprietário, e como hotel existe há 17 anos. 

O hotel tem pacote de hospedagem aos fins de semana com lindas áreas ao ar livre, passeios a cavalo, boa gastronomia e tours que encantam por reunir experiência, história e cultura.  O local tem decoração em estilo colonial e é importante parte da história do Vale do Café.  A fazenda já foi cenário de novelas como Sinhá Moça, Escrava Isaura, dentre outras.

O hotel fazenda Florença reabriu há poucos meses. seguindo todos os protocolos de segurança e higiene. O proprietário Paulo Roberto reforçou práticas como uso de lavanderia própria, higienização completa e frequente do restaurante, sinalização de distanciamento social nas áreas comuns e adotou um cardápio a la carte no restaurante – agora sob o comando do conceituado chef Júlio Lima.  


A fazenda produz um café premiado internacionalmente, que é servido no café da manhã do hotel e também logo à chegada, após o checkin.  O processo de produção local tem colheita manual feita por equipe treinada na fazenda.  A plantação local existe há cerca de quatro anos e o café gourmet produzido foi recentemente eleito o melhor do estado do Rio de Janeiro e ficou entre os mais bem destacados do Brasil.  Aos sábados é realizado um tour completo com degustação do café e apresentação do processo de torra – incluso para hóspedes e aberto também para não hóspedes. 

Aos domingos acontece o tour pelo casarão da fazenda. O espaço reúne um amplo acervo de decoração e objetos de época que contam um pouco da história da vida de um dos barões do café. Além da visita aos ambientes da casa, os participantes conhecem também bonecos em tamanho real da monarquia brasileira.  Quando terminar a pandemia, é esperado retomarem a realização de saraus – com apresentações teatrais – e jantar também seguindo as tradições, um jantar imperial.  Esse evento é organizado para grupos fechados.  


A fazenda conta com estrutura de duas piscinas, , academia, sauna, parque infantil, quadras esportivas, e ainda uma capela e área com carros antigos e carruagens abertos à visitação – que é um charme a parte. Alguns serviços em ambiente fechado estão temporariamente sem funcionar, devido a pandemia.  

O hotel fazenda Florença fica muito próxima à cidade turística de Conservatória, conhecida como a cidade das serestas. Vale também a visita.  

Para informações de reservas para tours e hospedagem na Fazenda Florença acesse  https://www.hotelfazendaflorenca.com.br e o perfil no Instagram @hotelfazendaflorenca 

Cine Centímetro reabre em Conservatória

Foto: divulgação


Um espaço sem igual para os amantes do cinema e numa cidade que talvez muitos não pudessem imaginar existir um acervo tão rico e interessante sobre a sétima arte.  Assim é possível apresentar o Cine Centímetro, local que reabriu ao público ao final de 2020, depois de se manter fechado desde o início da pandemia.  O espaço retrata com riqueza de detalhes o Cine Metro, do Rio de Janeiro, e nele é possível assistir a uma apresentação de uma compilação única de filmes clássicos.  

Criado por um apaixonado por cinema, Ivo Raposo, o Cine existe desde 2005 e dois anos depois foi criado o festival Cinemúsica de Conservatória- evento criado e produzido por ele.  Ivo foi projecionista de cinema na Tijuca, zona norte do Rio, aos seus 18 anos. Admirador do filme Cinema Paradiso, Ivo também é fã dos filmes de faroeste.  

Além do cinema propriamente dito, decorado com cartazes de época, bilheteria e um salão interno que reproduz o Cine Metro, o espaço conta ainda com uma cafeteria – que leva o nome de Palheta e segue cores e design da cafeteria de mesmo nome na qual se inspirou, tradicional também do bairro da Tijuca, no Rio.  Um acervo de projetores e câmeras originais das grandes  empresas do setor está aberto à visitação pública.  

Já é possível reservar datas e assistir a uma rica história do cinema no Cine Centímetro aos fins de semana. As reservas podem acontecer via hotéis e pousadas da região ou diretamente pelo cel WhatsApp 21 999976223.  

Jamaica é destaque no World Travel Awards

Foto: divulgação

A Jamaica foi destaque no World Travel Awards com prêmios em três das categorias principais: Melhor Destino do Mundo para Casamentos, além de Melhor Destino do Mundo Para a Família pelo segundo ano consecutivo. 

A ilha foi eleita ainda como o Melhor Destino de Cruzeiros do Mundo, um prêmio da qual é vencedora desde 2006. 

O Fleming Villa @ GoldenEye e o resort Round Hill Hotel & Villa da Jamaica também receberam os prêmios de Melhor Villa em Hotel de Luxo do Mundo e Melhor Resort de Villas do Mundo, respectivamente.

Vinho na Vila – em São Paulo e no Rio de Janeiro

Em uma edição intimista e sensorial, o evento de reestreia do Vinho na Vila  terá como foco principal os terroirs e os sabores da nossa terra. O evento acontecerá em São Paulo e no Rio de Janeiro e todo cuidado com a segurança foi redobrado: e segue todos os protocolos de segurança e higienização necessários.

Algumas das vinícolas confirmadas são: Vinicola FIn RS, Bueno Wines RS, Hiragami e Vila Francioni de SC, entre outras. O evento terá atrações de jazz, comidinhas e queijos artesanais. Na programação, aulas guiadas sobre os variados terroirs brasileiros, as microregiões do Sul, as novidades do Nordeste, Minas Gerais e até do Pantanal.

SÃO PAULO

Casa das Caldeiras

Av. Francisco Matarazzo, 2000 – Água Branca, São Paulo – SP

5 e 6 de dezembro,| das 11h às 22h

RIO DE JANEIRO

Morro da Urca

12 e 13 de dezembro | das 11h às 22h

http://vinhonavila.com.br/

Ouro de Minas – hospedagem diferenciada para curtir um passeio em Tiradentes

Pousada Ouro de Minas. Tiradentes. MG

A cidade de Tiradentes, em Minas Gerais, é um conjunto arquitetônico e urbanístico tombado pelo Iphan, em 1938. Além de suas edificações coloniais, todos os vestígios da forma de ocupação da cidade, as áreas verdes, tudo representa parte importante da história brasileira, dos tempos da colonização portuguesa e da corrida pelo ouro.  

Em cada quadra da cidade há muita história, cultura e beleza.  Passear por Tiradentes é uma viagem no tempo e, sem dúvida, a cidade tem um dos acervos arquitetônicos mais bonitos e importantes de Minas Gerais.  Tiradentes tem hoje mais de 200 opções de hospedagem e algumas se destacam por seu estilo e decoração. 

Como dica de hospedagem com serviço e atendimento muito cuidadoso, desde o primeiro contato, do check in com delicioso cafezinho, até as delícias do café da manhã diário e espaços de descanso, a pousada Ouro de Minas é um achado.  

A pousada está bem próxima ao centro histórico de Tiradentes e, ao mesmo tempo, numa rua tranquila, com espaço de estacionamento próprio  ( não é comum na cidade).  

A Ouro de Minas foi criada em 2009 e desde então já expandiu o número de quartos – hoje oferece 16 suítes, e aprimorou sua decoração que é um charme.  Com mobiliário local cuidadosamente escolhido ( feito pela Móveis Rústicos Garcia, há 30 anos fabricante mineira de peças artesanais), a pousada Ouro de Minas tem opção de suítes para atender a diversos públicos, e opções bem românticas e aconchegantes com hidromassagem.

Na pousada o hóspede conta com um delicioso e variado café da manhã em sistema buffet – seguindo todas as boas práticas do atual momento de pandemia e as regras do sistema Minas Consciente.  Há também piscina, sauna e áreas para leitura ou bate papo. 

Ao se hospedar, não deixe de obter preciosas dicas da cidade na recepção.  A equipe também faz reservas nos restaurantes da cidade e ajuda com importantes indicações de passeios.  

Reserve pelo menos quatro dias para um passeio com muita história, cultura e boa gastronomia – ponto forte também de Tiradentes. Se tiver mais tempo, aproveite e conheça com mais calma todas as possibilidades que a cidade oferece.  

Vista da igreja Matriz, em Tiradentes

Durante a semana, por tempo limitado, a pousada Ouro de Minas oferece uma promoção especial com descontos na hospedagem. Para saber mais acesse o site : https://www.pousadaourodeminas.com.br/novo/. Confira também o perfil no Instagram : @ourodeminaspousada 

Novo sushi em Gramado – restaurante Narô apresenta típica culinária japonesa

Foto: divulgação Narô

Gramado é uma atração turística na região sul do País e é reconhecida pela gastronomia típica dos imigrantes italianos e alemães. Mas é de outra parte do mundo que vem a inspiração para o mais novo restaurante da cidade, o Narō culinária japonesa. 

A nova casa dos amantes de sushi na Serra já está de portas abertas com um menu assinado por Jonas Roso. 

Além dos tradicionais sushis, sashimis e hossomakis, o cardápio do Narō apresenta pratos com as surpreendentes robatas (uma espécie de espetinho oriental grelhado), os steaks de atum e salmão que podem levar foie gras e ovas de peixe, opções de teppan, oshizushis e os combinados surpresas do chef. 

Uma seleção de drinks autorais criados especialmente para a casa à base de saquê e um charmoso carrinho que desfila pelo restaurante oferecendo doses de diferentes marcas internacionais de saquê são outras apostas do restaurante que também é gastrobar. 

O Narô funciona diariamente, das 11h45 às 23h.  

Rua Senador Salgado Filho, 190 – Centro de Gramado, RS.  

Instagram @naroculinariajaponesa

Fazenda que hospeda – história e novos serviços na Fazenda São Luiz da Boa Sorte

Fazenda São Luiz da Boa Sorte

O hotel Fazenda São Luiz da Boa Sorte está ressignificando hospedagem e gastronomia. Se hospedar numa fazenda pode representar uma experiência bem diferente do que se vê habitualmente no mercado.  Com um investimento importante em equipe especializada e serviços diferenciados, o hotel oferece opções de lazer e de gastronomia que superam expectativas.  

A fazenda fica na cidade de Vassouras, na BR 393, no Vale do Café, no Rio de Janeiro.   O seu nome é fruto da união de duas importantes fazendas do Ciclo Áureo do Café, a São Luiz e a Boa Sorte. Essas foram grandes fazendas do café e para oferecer hoje esse diferenciado padrão de hospedagem e experiência, passaram por uma restauração ampla e meticulosa.  Hoje é possível conhecer muito da história local e do cultivo do café em diversos ambientes e em cada detalhe da casa sede, do restaurante Tulha e até mesmo na recepção do hotel.   

Muito bem decorada e bem cuidada, a fazenda conta com uma sede onde estão suítes, áreas de convivência e, logo ao lado uma bela piscina aquecida que conta com serviço de bar de drinks, com uma carta assinada pela bartender Laura Paravato.   Outras suítes estão em uma outra área de hospedagem, mais nova e mais afastada da sede.   As suítes estão ambientadas com móveis de decoração de época, o que torna a experiência de se hospedar na fazenda única – e os detalhes da história e das peças da casa podem ser conhecidos durante um tour incluído na estadia no hotel.  

Na parte de lazer são destaque: a “prainha” de água doce, onde adultos e crianças nadam, curtem caiaque e boias; um spa com academia, sauna e hidromassagem; fazendinha; trilhas para caminhadas e cavalgada; e uma ampla área verde para passear e relaxar.  Para as crianças há recreação com atividades durante todo o dia. 

A história e a cultura do local e da região podem ser conhecidos de perto e com muitos detalhes num tour que acontece aos fins de semana. A fazenda conta com o Museu do Café em seu terreno, bem próximo à casa sede.  O museu foi criado para que a história dos escravos na época dos Barões do Café fosse preservada e que até hoje seja contada por muitas gerações. Numa visita guiada pelo museu é possível conhecer o processo de fabricação do café à época e como viviam os escravos que trabalhavam nas fazendas.  O historiador Marcelo nos leva por uma visita enriquecedora de cultura e conhecimento nesse museu e também no interior da sede.  

O restaurante Tulha é uma experiência a parte.  Aberto também para não hóspedes, o espaço oferece café da manhã, almoço, queijos e vinhos, e jantar.  Sob comando do maître Raimundo ( com experiência no Copacabana Palace e outros hotéis renomados no Rio de Janeiro), a equipe do Tulha oferece culinária brasileira e segue, de forma diferenciada, importantes padrões de segurança e qualidade no atendimento, tão importantes em temos de pandemia.  

O hotel fazenda São Luiz da Boa Sorte oferece pacotes de fim de semana e feriados prolongados, e pode atender em datas diferenciadas para grupos.  Conheça o site e o perfil do hotel no Instagram para mais informações e reservas: http://www.fazendasaoluizadaboasorte.com.br e @fazendasaoluizdaboasorte.

Mostra Tiradentes em Cena terá edição em novo formato em novembro

Largo das Fossas. Tiradentes – Minas Gerais

Pelo oitavo ano seguido, acontece a Mostra Tiradentes em Cena, evento que acontece na cidade de Tiradentes, em Minas Gerais, com espetáculos teatrais, de música, dança , exposições, dentre outros.  

O cenário é on-line, mas não menos interessante.  E é justamente nesse formato diferente, e com parte da audiência canalizada no meio virtual, que as cortinas irão se abrir – entre os dias 18 e 21 de novembro

A diversidade de apresentações e o intercâmbio entre artistas locais e grandes nomes do cenário nacional sempre fizeram parte do Tiradentes em Cena.  Neste ano não será diferente. 

Durante quatro dias serão apresentados espetáculos teatrais, música, dança, exposições, oficinas, intercâmbios e rodas de conversas que irão estimular a reflexão do pensamento e entreter o público, respeitando as normas da Organização Mundial da Saúde.

Neste momento de pandemia e isolamento, onde a classe artística foi uma das mais afetadas, faz-se necessário retomar a renda e a possibilidade de trabalho do meio artístico. “A produção do evento tem uma equipe formada por pessoas que acreditam na arte, na pluralidade, na diversidade e no poder de transformação e na inclusão da cultura”, explica a produtora do evento Aline Garcia.  

A programação dessa edição reúne apresentações em diferentes espaços virtuais e físicos. O Largo do Museu de Santana será palco para a peça sobre a vida e obra de Solano Trindade, poeta e fundador do Teatro Popular Brasileiro. A dramaturgia é de Elisa Lucinda e da diretora Geovana Pires, e a interpretação de Val Perré.  O sobrado Aimorés recebe “Prazer é Todo Nosso” com Juliana Martins  e “Yabás e suas histórias”. A Performance 999 acontece no Beco da Igreja São João Evangelista com Carolina Correa, atriz, diretora, performer e Coordenadora Internacional do Corredor Latinoamericano de Teatro. Na dança, o Alto do São Francisco será palco para a professora Renata Mara, certificada pela DanceAbility International Foundation, sendo referência em práticas e estudos ligados à arte, educação, inclusão e acessibilidade.

O Tiradentes em Cena também abrigará a estreia oficial do monólogo “Parece que foi Ontem”, da Trupe Ventania, de Passos, que acontecerá em casarão na Rua Direita. E as ruas da cidade receberão intervenções que falam desse tempo e que conscientizam para o cuidado ao próximo. Além disso, haverá palhaçaria para alegrar a criançada.

O Festival Cenas Curtas, realizado em parceria com o ator e produtor Vinícius Cristóvão, será uma outra iniciativa dentro da Mostra para incentivar novos talentos, e também está de cara nova.  Nessa edição o Cenas Curtas será todo online e voltado para a experimentação desse campo artístico, no qual teatro e audiovisual se entrelaçam. A edição do Cenas Curtas acontece em parceria com o Teatro em Movimento e o Curso de Teatro da Universidade Federal de São João del Rei (COTEA).

Para saber sobre a mostra, acesse os canais de 18 a 21/11:

YouTube: youtube.com/tiradentesemcena

Instagram: @tiradentesemcena

Site: www.tiradentesemcena.com.br

Twitter: @Tiradentes_Cena

Culinária brasileira ao ar livre no Rio de Janeiro

Restaurante Gugut – RJ

Natureza, boa gastronomia e espaço aberto para passar algumas horas no bate papo. Assim é a experiência de almoço aos fins de semana no Gugut. Um restaurante que funciona há mais de 23 anos na zona oeste do Rio de Janeiro e mantém pratos tradicionais no cardápio, o Gugut oferece opções de petiscos, pratos para dividir e sobremesas caseiras ao ar livre, com ares de um passeio a uma cidade do interior.  

O restaurante tem um menu a la carte criado pelo chef e autodidata Augusto Bomfim, o Gugut.  Há alguns anos, o filho, o chef Felipe Bomfim assumiu as panelas e a gestão da casa e segue receitas e as dicas deixadas pelo pai.  O resultado é um sucesso de público há tanto tempo.  

Dentre as opções mais pedidos na casa estão: os pastéis para entrada, as famosas receitas do Gugut de costela no bafo servida com guarnições e moqueca capixaba, e para finalizar o visitante pode escolher ( com ajuda de um garçom) uma ou mais sobremesas caseiras como doce de leite, doce de abóbora e cocada mole.  Alguns desses doces também estão disponíveis em potes para venda no local.   

O Gugut fica num grande e bem cuidado espaço verde no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio.  A casa, que é pet friendly, reabriu ao público em Julho e segue padrões de segurança no atendimento ao público.  Durante a pandemia, o restaurante criou o serviço de delivery que mantém até hoje. 

Para saber mais, acesse: https://gugut.com.br 

Tapioca – história e receitas da chef Morena Leite

A chef Morena Leite é uma referência quando se pensa em culinária brasileira.  O trabalho da chef em seus restaurantes no Rio de Janeiro e em São Paulo privilegia produtos naturais de nosso País , sempre com um toque de criatividade e combinações que impressionam.  

Um dos produtos presentes em vários pratos das casas é a tapioca e ele é tema do mais recente livro de Morena Leite.  

Na obra, a chef fala sobre história da tapioca, dos costumes do povo brasileiro  em preparar e degustar essa delícia.  No livro ela também destaca que tapioca faz bem à saúde e esse é um dos motivos da iguaria estar em seus cardápios.   

Dentre as criações que a chef destaca no livro estão os bolinhos de tapioca com queijo serra da canastra, a cestinha de tapioca com beterraba, salada e queijo de cabra, o ravioli de tapioca  e, dentre as opções doces, estão o cuscuz de tapioca, sagu de tapioca com vários acompanhamentos e o pirulito de tapioca com goiabada.